Na celebração de hoje a Igreja atualiza o evento da Ceia do Senhor, no qual Ele, movido por sua  imensa misericórdia nos deu três grandes mistérios de amor para a nossa salvação: o sacerdócio, a Eucaristia e a Igreja. Três realidades inseparáveis, através das quais recebemos a salvação, o próprio Jesus Cristo. Através desses três mistérios o tempo da misericórdia se estende na história, dando aos homens de cada época acesso a vida de Deus. Enquanto existir o sacerdócio, enquanto a Eucaristia continuar sendo celebrada, enquanto a Igreja prosseguir seu caminho na história, significa que ainda se prolonga para a humanidade o tempo da misericórdia.

Porém, quando vier a eclipsar estes três mistérios, será o sinal que se aproxima o tempo do juízo. Que introduzirá os justos, os que foram fiéis a Jesus Cristo, na glória eterna de Deus. Na qual já não teremos necessidade das realidades sacramentais, porque O veremos face a face.

O Sacerdócio é a continuação sacramental do sacerdócio de Jesus Cristo, como Cabeça a Pastor da sua Igreja. Sem o qual não teríamos acesso a graça de Deus pelos sacramentos. Sem sacerdócio não existe a Igreja, não há Eucaristia. Por isso, precisamos pedir incessantemente ao Senhor que não deixe faltar a sua Igreja os sacerdotes que ela tanto precisa. Como Ele próprio nos ensinou a pedir: “A colheita é grande, mas poucos os operários! Pedi, pois ao Senhor da colheita que envie operários para a sua colheita”.

Pelo sacerdócio Cristo se fez Servo de todos. Pela Eucaristia Ele se serve a todos como alimento para a vida do mundo (cf. No 6, 51). Na Eucaristia Jesus Cristo não nos dá algo qualquer, Ele nos entrega a si mesmo em corpo, alma e divindade. Quando entregou a Igreja este sacramento, deu-lhe também uma ordem: “Fazei isto em memória de mim” (ICor 11, 25).

Mandato este que a Igreja tem cumprido fielmente até os nossos dias. A Igreja é a depositária do sacerdócio e da Eucaristia. Sem sacerdócio e sem Eucaristia não existe a Igreja. A Igreja, Corpo Místico de Jesus Cristo, existe para o Eucaristia, a Eucaristia nos é dada para a vida do mundo. A Igreja é o Corpo Místico de Jesus Cristo, mediante o qual recebemos o Seu Corpo Eucarístico, sob as espécies do pão e do vinho, transubstanciados no Seu Corpo e no Seu sangue pela a ação do Espírito Santo.

Portanto, o sacerdócio, a Eucaristia e a Igreja foram instituídos por Jesus Cristo para que os homens de todos os tempos pudessem ter acesso a vida de Deus – a Salvação. Valorizemos, pois, estes três grandes tesouros, através dos quais encontramos o próprio Jesus Cristo.

Pe. Hélio Cordeiro dos Santos
Formador do seminário maior N. S. de Fátima
Brasília – DF