“Por que legalizar a morte? Se queremos vida!”: debaterá a 8ª Marcha Nacional da Cidadania pela vida contra o aborto, em Brasília (DF). A concentração iniciará, a partir das 14h, no dia 02 de junho, no gramado atrás da Torre de TV, no Eixo Monumental. O evento tem por objetivo lutar pelos direitos do bebê na barriga da mãe, sendo organizado pelo Movimento Nacional da Cidadania pela Vida – Brasil Sem Aborto. A luta deste Movimento consiste em impedir a aprovação do projeto de lei nº 236/2012, que tramita no Senado Federal e que propõe a legalização do aborto até a 12ª Semana de Gestação. A iniciativa pede também a aprovação do Estatuto do Nascituro (PL 478/2007) e reforma do Código Penal, em defesa da vida desde a concepção.

Diversas entidades civis e religiosas apoiam a marcha, entre elas a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), a Federação Espírita Brasileira (FEB) e Fórum Nacional de Ação Social e Política (FENASP), Adira – Cidadania e Vida. De acordo com a organização, a Marcha quer intensificar, ainda, os esforços, por meio de um abaixo-assinado, pela aprovação do Estatuto do Nascituro, que tem por objetivo defender os direitos da criança por nascer, impedindo, definitivamente, que o aborto seja legalizado no Brasil.

“Vamos continuar lutando para garantir os direitos do bebê na barriga da mãe e pela reforma do Código Penal em defesa da vida desde a concepção”, pontua a organização da Marcha.

Materiais de divulgação

Baixe o spot para rádio e cartaz em alta resolução da 8ª Marcha pela Vida. Acesse a galeria. Outras informações e abaixo-assinado pela aprovação do Estatuto do Nascituro no site: www.brasilsemaborto.com.br ou pelo e-mail:[email protected]

Fonte: Comissão Nacional da Pastoral Familiar