A história de Iaciara iniciou-se em 13 de junho de 1881, na sede da fazenda Boa Vista, quando o escravo Miguel Cardoso da Conceição promoveu uma ladainha em louvor a Santo Antonio, com a presença dos moradores da redondeza.

Diante dessa comemoração religiosa, que se tornou tradicional, o proprietário da fazenda, Protássio de Souza, mandou construir barracos de palha de coqueiro para abrigar os romeiros; entretanto, considera- se como fundador o senhor Isidoro Teixeira, primeiro morador que ali fixou-se com sua família. Quatro anos depois, em 1885, construiu-se a primeira casa de telhas, de Ciríaco Moreira Lopes.

O povoado recebeu o nome de Boa Vista, da fazenda da qual se originou, mais tarde mudado para Iracema, lembrando a personagem de O Guarani, que, todavia, teve duração efêmera.

Em 1887, o povoado de Boa Vista foi elevado à categoria de distrito, com o nome de Iaciara, de origem indígena e significação desconhecida, recebendo, em 1889, a instalação do Cartório do Registro Civil.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, o distrito de Iracema figura no município de Posse.

Sua autonomia municipal foi concedida pela Lei Estadual nº 2122, de 14 de novembro de 1958, instalado em janeiro de 1959, desmembrando-se do Município de Posse.

Fonte: IBGE


Paróquias