Relato Histórico

0
464
Procissão de Domingo de Ramos – Santo Estevão (Fonte: Portal São Francisco)

A região territorial que hoje pertence à Diocese de Formosa pertenceu, até 1514, ao Vicariato de Tomar, posteriormente até 1551, à Diocese de Funchal, as duas pertencentes a Portugal. Também fez parte da Diocese de São Salvador, até 1576, da Prelazia e Diocese do Rio de Janeiro até 1745. Neste ano criou-se a Prelazia de Goiás. No ano de 1755 (ou 1763) surgiu a primeira paróquia da hoje Diocese de Formosa-GO, na cidade de Cavalcante. A Primeira Missa foi celebrada em 04 (quatro) de outubro de 1767.

Em 1904 dá-se inicio à chegada dos frades dominicanos, com destaque para Frei Gregório Aleixo, Frei Manuel, Frei Benevenuto e Frei Alano (este posteriormente chegou ao episcopado, tornando-se Bispo de Porto Nacional).

Padres Holandeses (Fonte: Gestas de Um Apóstolo)

No ano de 1924 foi criada a Prelazia de São José do Alto Tocantins (a maior parte da Diocese de Formosa-GO pertencia à esta prelazia, exceto os municípios de Formosa-GO e Planaltina-GO). Com isto, veio para região os Padres Claretianos, com destaque para Dom Francisco Prada Carrera e Padre Luis Olabarrieta. Esta congregação religiosa fundou o primeiro seminário prelatício da região no município de São Domingos-GO.

A prelazia de Formosa foi criada pelo Papa Pio XII, no dia 26 de março de 1956, através da bula papal “Ad facillius et fructuosius”. Criou-se esta prelazia principalmente pelo desmembramento da extinta prelazia de São José do Alto Tocantins e da Arquidiocese de Goiás. O primeiro administrador Apostólico da prelazia foi Dom Francisco Prada Carrera, Bispo à época da Diocese de Uruaçu-GO.

Em 1957, chegaram na prelazia os padres religiosos holandeses dos Sagrados Corações, tendo como superior o Padre Tiago Leijen.

Em 1959, Monsenhor Victor Tielbeek foi nomeado Administrador Apostólico e em 1961, Bispo Prelado. No dia 16 de Outubro de 1979 através da bula papal “Cum Praelaturae” o Papa João Paulo II elevou a prelazia de Formosa-GO à Diocese. E Dom Victor Tielbeek de Bispo Prelado, tornou-se primeiro bispo diocesano. Dom Victor Tieelbek, faleceu em 24 de Dezembro de 1997, seus restos mortais jazem na Catedral Diocesana Imaculada Conceição.

Mapa Territorial (Fonte: Cúria Diocesana de Formosa-GO)

A região da Diocese de Formosa-GO está situada no nordeste do estado de Goiás. Faz limites federativos com o Distrito Federal e com os estados da Bahia e Minas Gerais. Os limites eclesiásticos são com a Arquidiocese de Brasília, Diocese de Barreiras-BA, Diocese de Bom Jesus da Lapa-BA, Diocese de Paracatu-MG, Diocese de Luziânia-GO, Diocese de Uruaçu-GO e Diocese de Porto Nacional-TO.

A Diocese de Formosa-GO, pertence à província eclesiástica de Brasília e ao Conselho Episcopal Regional Centro-Oeste da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), é sufragânea da Arquidiocese de Brasília; Possui uma extensão de 47.604,7 km2.

No ano de 2011, a população da Diocese era de aproximadamente 346.760 habitantes, sendo que destes aproximadamente 82,7% são católicos. A maior paróquia da Diocese é a paróquia de Sant’Ana no município de Cavalcante-GO. Atualmente a Diocese consta com 52 padres, 01 diácono transitório e 04 diáconos permanentes. A Diocese é organizada em 32 Paróquias e 2 Quase-Paróquia.


Em 2019 a população da Diocese é de 395.651 habitantes com aproximadamente 65,9% de pessoas católicas. Numa extensão de 47.483,006 km².

Fonte: IBGE
Atualizado em 28/10/2019


A área da diocese abrange os seguintes municípios:

 

Mapa Setorial (Fonte: Cúria Diocesana de Formosa-GO)

 

Em 1745 foi criada a Prelazia de Goiás e com este fato termina a “pré-história” de Formosa. Da época anterior só sabemos que a nossa região pertenceu seguidamente ao Vicariato de Tomar em Portugal (até 1514), à Diocese de Funchal em Portugal (até 1551), à Diocese de Salvador (até 1576), à Prelazia de Rio de Janeiro (até 1676), à Diocese de Rio de Janeiro, até 1745, ano da criação da Prelazia de Goiás.

I. Período da Formação: (1760-1904)
Neste período encontramos dados que dizem respeito à nossa região, embora que sejam somente dados que falam de criação de paróquias e de residência de um vigário. Quais as cidades são citadas?
CAVALCANTE: em 1763 tinha um vigário residente com um coadjutor.
FORMOSA: no dia 04/10/1767 foi celebrada a primeira Missa por Padre Antonio de Melo. A cidade chamava-se então Couros.
SÍTIO D’ABADIA: surge na história da região em 1800.
POSSE: aparece pela primeira vez em 1801.
SANTA ROSA: em 1809 já tinha um vigário.
SÃO DOMINGOS: em 1825 é criada paróquia.
NOVA ROMA: aparece em 1839 e é feita paróquia em 1858.
ALTO PARAÍSO: aparece em 1850 (ainda se chamava Veadeiros).

II. Período dos Freis Dominicanos em Form osa (1904-1939)
Com a chegada dos Dominicanos a região toda conheceu uma época de progresso de vida religiosa. Merecem destaque: frei Gregório Aleixo, frei Manuel, frei Benevenuto e frei Alano du Noday. Em 1910 chegaram também as Irmãs dominicanas e fundaram o Colégio São José. Com a saída dos freis em 1939 e das irmãs em 1942 a vida religiosa regressou sensivelmente. Notável foi o trabalho de Pe. Antonio Marcigaglia que como Vigário de Planaltina, dava assistência à população. Formosa ainda pertencia à Prelazia de Goiás.

III. Período da Prelazia de São José do Alto Tocantins (1924-1956)
Os Padres Claretianos receberam a grande região de Niquelândia como Prelazia, em 1924. Dela fazia parte a atual Diocese menos os municípios de Formosa e Planaltina.

Em Formosa, D. Emanuel Gomes fundou, em 1943, o Ginásio Arquidiocesano do Planalto. Em 1945 chegaram as Irmãs Missionárias de N. S. das Dores, tomando conta do Colégio São José.

IV. Período da Prelazia de N. S. da Imaculada Conceição de Formosa (1956-1979)
Em 1956 a Prelazia de São José do Alto Tocantins foi extinta e dividida em Diocese de Uruaçu e Prelazia de Formosa (no dia 26 de março). Além do território da antiga Prelazia foram acrescentados os municípios de Formosa e Planaltina (sem a cidade). Como primeiro Administrador Apostólico foi nomeado D. Prada, Bispo de Uruaçu.
A Prelazia de Formosa foi confiada, como de costume a uma Congregação religiosa. Em fevereiro de 1957 chegaram os primeiros Padres dos Sagrados Corações, tendo Padre Tiago como superior. No dia 12/09/1959, Pe. Victor Tielbeek, da mesma Congregação, foi nomeado Administrador Apostólico e no dia 09/04/1961 como Bispo-Prelado. A partir daí começa a organização sistemática da Prelazia.
Em 1958 chegaram as Irmãs Filhas dos Sagrados Corações em Posse.
1959 foi reinstalada a Paróquia de Cavalcante, com Pe. Geraldo Verheijen como vigário.
1960 D. Victor celebra a Primeira Missa na nova cidade, Alvorada do Norte.
1962 foram formadas as Paróquias de Sítio d’Abadia (vigário P. Libório), Nova Roma (vigário P. Humberto) e Alto Paraíso (P. Beno).
1961 chegaram em Formosa as Irmãs do Coleginho e os Freis da Imaculada Conceição, estes para tomar conta do Ginásio Arquidiocesano do Planalto.
1963 foi aberto o Seminário Menor D. Armando Lombardi, em Formosa, e começou o noviciado das Irmãs Filhas dos Sagrados Corações.
1965 foi criada a Paróquia de Alvorada do Norte (vigário P. Libório).
1966 foi instalada a Província Eclesiástica de Brasília, da qual Formosa se torna sufragâneo.
Chegaram em Formosa as Irmãs dos Sagrados Corações para tomar conta do Asilo.
1968 foi fundada a Casa N. S. da Paz, das Irmãs Missionárias de N. S. das Dores.
1970 a nova Paróquia de São João d’Aliança foi instalada com padre Bernardo como Vigário.
Inauguração do Hospital Regional com as Irmãs dos Sagrados Corações.
Pe. Lamberto é nomeado Vigário de Cabeceiras.
1973 Decisão para fundar de uma Casa das Irmãs Franciscanas de Maria, em Cabeceiras.
1977 Ordenação presbiteral dos Padres Jair e Epitácio.
1978 Abertura do Seminário Menor (foi fechado em 1969)
1979 Pe. Francisco Rottier é instalado como primeiro Vigário-residente de Planaltina de Goiás (Brasilinha).
1979 No dia 16 de outubro o Papa João Paulo II eleva a Prelazia à Diocese e nomeia D. Victor como primeiro Bispo Diocesano.

DADOS BIOGRÁFICOS DE DOM VICTOR TIELBEEK

Dom Victor nasceu no dia 16 de agosto de 1919, como filho do secretário municipal de Raalte, na Holanda, e foi batizado com o nome Johannes (João). Entrou no Seminário Menor dos Padres dos Sagrados Corações em 1932, e no noviciado em 1939, recebendo o nome religioso de Victor. Após os votos religiosos, no dia 27/10/1940, foi para o Seminário Maior para fazer a filosofia e teologia. Foi ordenado sacerdote no dia 04 de agosto de 1946. Junto com vários colegas, foi nomeado para Brasil onde chegou em 28 de setembro de 1947. Durante onze anos ele trabalhou como professor nos Colégios de Ferraz de Vasconcelos e Araguari, nos quais ele também exerceu a função de superior.
No dia 12 de setembro de 1959, ele veio para Formosa, nomeado Administrador Apostólico por João XXIII. No dia 04 de fevereiro de 1961 foi nomeado Bispo de Tipasa em Numidia e Bispo-Prelado de Formosa, e ordenado Bispo dia 09 de abril do mesmo ano, em Belo Horizonte. Quando a Prelazia de Formosa foi elevada à Diocese, no dia 16 de outubro de 1979, foi nomeado Bispo Diocesano de Formosa por decisão do Papa João Paulo II.

OS PIONEIROS DA PRELAZIA DE FORMOSA

Não podemos deixar de lembrar os padres que trabalharam aqui durante muito ou pouco tempo, dando as melhores de suas forças.

Padre Tiago Leijen: todos devem se lembrar deste pioneiro da primeira hora, que trabalhou aqui de 1957 a 1965, quando foi nomeado Coordenador Provincial dos Padres dos Sagrados Corações do Brasil. Ele marcou presença, nos anos que ele trabalhou aqui como vigário, superior e vigário geral, por sua personalidade e grande atuação, construindo a Catedral, o Seminário, a casa do bispo e a dos padres fora de outras igrejas, mas também abrindo estradas como a do Vão do Paranã. Sua despedida foi muito sentida pelo povo.

Padre Vitalis Barendse: veio com pe. Tiago, mas ficou só um ano, sendo transferido para Goiânia, onde ele trabalhou até 1978.

Padre Clemente Baltus: também do primeiro grupo. Ficou só um ano aqui, sendo transferido para Romaria-MG. Voltou para Holanda por causa de sua idade.

Padre Inácio Vermeulen: foi Vigário de Posse de 1959 a 1973, com grande atuação.

Padre Arnulfo Bijmoer: durante sete anos vigário cooperador em Formosa.

Padre Henrique Peeters: quase vinte anos vigário cooperador em Formosa e grande batalhador pelos pobres.

Padre Hermano Coddijn: sucessor do padre Tiago como Vigário Geral e Vigário de Formosa, de 1965 a 1974.

Padre Alcides Raimundo dos Santos: até 1969 reitor do Seminário Menor e durante mais que doze anos Vigário das Capelas rurais da Paróquia de Formosa.

Outros tiveram uma passagem mais rápida por aqui: Pe. Reinaldo, Pe. Leonardo, Pe. Sebastião, Pe. Gregório, Pe. Eloi, Pe. Ludovico.

Padre Geraldo Verheijen: também um dos pioneiros da Prelazia; foi nomeado Vigário de Cavalcante, em 1959. No fim de 1974 uma grave doença impediu-o de continuar seu trabalho. No dia 1 de janeiro de 1975 foi à Holanda para tratar, mas no dia 1 de abril do mesmo ano, faleceu com 53 anos de idade.

Atualizado em 30/12/2019, Pascom Diocesana
(Retirado do Catálogo de Normas e Orientações Pastorais 2011/2012)