Aconteceu no último domingo, 27 de julho, o Congresso anual do Apostolado da Oração coordenado pelo Padre José Gerson de nossa paróquia, que é diretor Espiritual diocesano do Apostolado e padre João, Pároco da paróquia São João Batista de São João da Aliança, cidade sede do encontro.

Estiveram presentes devotos do Sagrado Coração de Jesus das paróquias Imaculado Coração de Maria e Divino Espírito Santo de Planaltina de Goiás, São João Batista de São João da Aliança, Catedral, São Sebastião, São José Operário, São Vicente de Paulo e Cristo Rei de Formosa e Nossa Senhora da Guia de Alvorada do Norte que tiveram momentos de formação conduzidos pelo seminarista Nailton e pelo formador  Cardoso, ao longo das palestras, os padres João e José Gerson se disponibilizaram a atender confissões e direção espiritual, houve períodos de exercício da fé intercalados por momentos de louvor e adoração.   

O congresso teve início com a Celebração da Santa Missa presidida pelo Padre João que foi transmitida por algumas emissoras de rádio locais associadas. Em sua homilia, Padre João meditou sobre o inestimável valor do reino do céu que é comparado a pérolas e joias preciosas, não existindo no mundo ninguém mais importante que nosso Senhor Jesus que é o verdadeiro tesouro onde deve estar o nosso coração. O Pároco de São João da Aliança nos exortou a seguirmos o exemplo de Salomão que pediu ao Senhor sabedoria e discernimento entre o bem e o mal devendo ser esse um pedido central em nossas orações, e que os membros do Apostolado da oração saibam realmente buscar o que agrada ao Sagrado coração de Jesus que é a sabedoria para fazer a vontade do Senhor e assim, alcançar a salvação.           

Iniciando o período de formações e palestras, o seminarista Nailton falou sobre a origem do Apostolado da oração e explicou sobre a riqueza da cor do uniforme, dos cânticos, orações, a medalha e símbolos que norteiam a devoção ao Sagrado Coração de Jesus, rica em símbolos e profunda em significados.

Nailton também meditou sobre a passagem de Mateus capítulo 11 em que Jesus diz: “Vinde a mim todos vós que estais cansados… E eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o meu jugo, porque sou manso e humilde de coração e achareis repouso, pois o meu jugo é suave e meu fardo é leve.” Para mostrar como um devoto do Sagrado Coração de Jesus deve ser, manso e humilde, alguém que viva em oração, mas saiba ouvir a dificuldade e acolher a dor do próximo. Chamou a atenção para um dos maiores símbolos do Sagrado Coração de Jesus que é o coração fora do peito, repleto de amor e carinho sendo doado aos filhos amados, e exortou sobre a necessidade de corações generosos como o de Cristo pronto a fornecerem descanso e alívio ao irmão e a serem sinais de Deus aos que sofrem injustiças.

Em um segundo momento, Padre João Manoel da Paróquia São Sebastião fez uma breve reflexão sobre a importância do encontro para o crescimento espiritual dos participantes.

Finalizando o período de formação, José Alves Cardoso comentou sobre a importância da oração e do testemunho de Jesus com a vida, dizendo sim de coração ao chamado. José Cardoso conduziu um momento de agradecimento  com um instante de reflexão e canções de louvor a Deus. Cardoso fez uma comparação entre a rede e a oração que é uma pesca, pela intervenção de Cristo, de almas que ainda não conheceram o Senhor, também meditou sobre a passagem de Atos dos Apóstolos capítulo 4 sobre as primeiras comunidades em que todos eram virtuosos e perseveravam na doutrina e faziam reuniões em comum, para mostrar como o Apostolado da Oração deve ser, uma comunidade unida, perseverante e temente a Deus. 

O congresso foi encerrado com a adoração ao Santíssimo que é Pai, Filho e Espírito Santo.

Com informações de Luciane Sardinha da Paróquia Imaculado Coração