Sexta-feira da 4ª Semana do Tempo Comum
Evangelho – Marcos 6,14-29

A vida enraizada no pecado e no vício gera consequências que fogem do nosso controle. Exemplo disso é o episódio narrado por São Marcos no Evangelho de hoje. A afeição de Herodes por João Batista não foi maior que o seu desejo de agradar sua concubina. De nada adianta escutarmos a Palavra e nos encantarmos com ela se não nos abrimos à mudança que ela é capaz de nos proporcionar. O Evangelho deve gerar frutos de conversão em nossa vida, e não existe conversão sem verdadeira e gradual aversão às situações de pecado nas quais podemos nos encontrar.

Não se pode trilhar o caminho da santidade com um pé no céu e outro no mundo. Para isso, devemos fazer um contínuo esforço de melhorarmos a cada dia, fazendo o esforço de não nos entregarmos aos encantamentos do mundo, mas sabermos que muito mais do que as felicidades passageiras, somos chamados a uma felicidade eterna.

Que o Senhor nos auxilie em nosso caminho de santidade!

Pe. Ozias Welliton Correia Xavier
Pároco da Paróquia Santo Expedito
Formosa-GO


Leituras: Eclo 47,2-13 / Sl 17 (18)
Evangelho: Mc 6,14-29