Quinta-feira da XXXIII Semana do Tempo Comum
Evangelho – Mateus 12,46-50

Fazer a Vontade de Deus!

Hoje, vivendo uma tradição devocional, celebramos a memória litúrgica da Apresentação de Nossa Senhora, realçando a primeira doação que Maria fez de si própria, tornando-se modelo de toda alma que se consagra a Deus.

No evangelho, Jesus tem uma atitude dura, parece desprezar sua mãe. Afirma que sua mãe e irmãos são todos aqueles que fazem a vontade de Deus. Alguns ensinamentos importantes nos são dados. A família de Deus está para além dos laços sanguíneos e afetivos. São gerados pela fé e pela obediência aos preceitos divinos. Esse ensinamento dado por Jesus evidencia diante do Povo Judeu, que a Salvação é para todos. Havia a compreensão que somente os nascidos judeus eram destinatários da salvação. Jesus escandaliza os judeus ao seu redor, dizendo que o que passa a valer é a conversão, é fazer a vontade de Deus, obedecendo os mandamentos e não mais apenas os laços sanguíneos. A “nova” família de Jesus é formada por aqueles que fazem a vontade de Deus que está no céu. O novo povo de Deus está baseado, portanto, na fé.

Em relação, a mãe de Jesus, compreendemos que, Maria Santíssima passa a ser honrada não tanto por ter dado a carne ao Salvador, mas por tê-lo concebido na obediência: “Faça-se em mim segundo a Tua vontade” (Lucas 1,38). Portanto, Jesus não desprezou sua mãe com essas palavras. A mãe de Jesus é aquela que faz a vontade do Pai. A graça maior de Maria Santíssima foi ter acreditado e feito a vontade de Deus em sua vida.

“Eis que venho (…) para fazer, ó Deus, a vossa vontade” (Hb 10, 7). Ao refletir sobre o cumprimento da vontade de Deus, nosso olhar, também, voltar-se para Jesus. Nele e com Ele podemos encontrar forças para viver aquilo que rezamos na oração do Pai-Nosso: “Seja feita a vossa vontade”. Em humildade e obediência, Jesus cumpriu a vontade do Pai, morreu na cruz por nós,  e redimiu-nos da nossa soberba e obstinação. Peçamos a virtude da humildade, perseverança na vivencia da fé, a graça de gerar Cristo em nossos corações e em nossa vidas.

Que a Virgem Maria nos ajude neste caminho!

Vida que segue!

Pe. Pedro Nogueira da Silva Filho
Pároco da Paróquia Nossa Senhora de Fátima
Água Fria de Goiás