Diocese de Formosa-GO

20.9 C
Formosa
quinta-feira, 9 abril, 2020 - 23:26 PM

Evangelho NO HOJE (25/03/2020) – Lucas 1,26-38

-

Quarta-feira da 4ª Semana da Quaresma
Solenidade da Anunciação do Senhor
Evangelho – Lucas 1,26-38

“Eis aqui a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra!” (Lc 1, 38b)

Meus queridos irmãos e irmãs em Cristo Jesus! Estamos vivendo um momento de muito sofrimento no mundo inteiro com a Pandemia do Coronavírus (COVID–19); mas mesmo diante da dor e do medo não podemos perder a fé e a esperança em Deus. Não estamos sozinhos nesta batalha. Esse momento me faz lembrar o trecho de uma canção que diz: “Senhor preciso Te dizer que é impossível me esquecer. Que não estou só nesta batalha entre o bem e o mal. A cada nova experiência, eu Te glorifico mais. Te ter é a maior diferença em mim”. Deus é a nossa força e amparo. Não nos deixemos levar pelo desânimo e angústia. Temos o Senhor ao nosso lado!

Hoje celebrando a Solenidade da Anunciação do Senhor podemos receber um consolo ainda mais profundo que esta canção. Mergulhemos na cena do encontro da Virgem Maria com o anjo Gabriel. O anjo entra onde estava Maria e lhe diz: “Alegra-te cheia de graça, o Senhor está contigo!” (Lc 1, 28b). Podemos perceber no Evangelho que Maria por um momento ficou perturbada. Aqui vemos a fragilidade humana. Diante desses últimos acontecimentos também nos perturbamos e ainda chegamos a sucumbirmos na fé. Que possamos acolher como Maria a palavra do anjo que lhe disse: “Não tenhas medo Maria, porque encontrastes graça diante de Deus” (Lc 1, 30b). Portanto, não nos desesperamos e coloquemos em Deus a nossa confiança e recebamos D’Ele as graças que necessitamos neste momento, por vezes terrível e assustador.

Maria recebeu o anúncio que seria a mãe de Jesus com temor, mas muito amor e desejo de fazer a vontade de Deus plenamente e deixou-se conduzir pelo Espírito Santo e foi coberta com a sombra do poder do Altíssimo. Nos abramos também para este desejo de fazer a vontade de Deus. Sabemos que estamos num momento doloroso e de incertezas diante dessa pandemia. Mas uma incerteza diante dos grandes e poderosos deste mundo, mas não diante de Deus, “porque para Deus nada é impossível” (Lc 1, 37).

É um momento de colocarmos em prática a nossa fé. Não fiquemos exigindo de Deus sinais ou respostas e sejamos como Acaz na primeira leitura que escutamos através da boca do Profeta Isaías: “Não pedirei nem tentarei o Senhor” (Is 7, 12). Estejamos fortificados no amor de Deus manifestado em Jesus Cristo; este é o nosso grande sinal: Deus escolhe Maria para ser a porta que entrou no mundo o Salvador, o Emanuel – Deus conosco. Não estamos sozinhos! Temos a Cristo, que veio ao mundo para nos salvar e fez de modo admirável  a vontade do Pai: “Eu vim, ó Deus para fazer a tua vontade” (Hb 10, 7b). “É graças a esta vontade que somos santificados pela oferenda do corpo de Jesus Cristo, realizada uma vez por todas” (Hb 10, 10). Seremos salvos meus irmãos; não pereceremos! Esta oferenda de Cristo continua a se repetir misteriosamente em cada Santa Missa de forma incruenta (sem derramamento de sangue). Por isso, mesmo sem estarem presentes fisicamente nas Missas; se abram inteiramente para esta graça que Deus deixou para nós na terra e façam a Comunhão Espiritual em união com o Sacerdote que reza a Santa Missa por todos e se faz um com Cristo ao agir “in persona Christi” – na Pessoa de Cristo.

Que hoje nessa Solenidade da Virgem Maria possamos cantar como o Salmista: “Eis que venho fazer, com prazer, a vossa vontade, Senhor!” (Sl 39). E vos suplico meus irmãos e irmãos: não percamos a fé e a esperança! Esse vale de lágrimas brevemente se transformará em suave alegria. Recordo mais uma vez um outro trecho da canção que citei anteriormente: “Se os bons combates eu não combater. Minha coroa não conquistarei. Se minha carreira eu não completar, de que vale a minha fé tanto guardar”. Desse modo, continuemos firmes no combate contra o Coronavírus e guardemos a nossa fé em Deus. Que nossa Mãe, a Virgem Imaculada Conceição, rogue a Deus por nós, seus pobres filhos frágeis e muitas vezes débeis na fé, para que possamos dizer como Ela: “Eis aqui a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra!” (Lc1, 38b). Finalmente vos peço nesse momento de crescimento da proliferação do Coronavírus (COVID-19): FIQUEM EM CASA! Cuidem daqueles que vocês amam e não percam de vista o Amor de Deus. O amor vence tudo!

Assim seja.

Padre Carlos de Souza Neves
Pároco da Paróquia São João Batista
Divinópolis de Goiás


Leituras: Is 7,10-14.8,10 / Sl 39 (40) / Hb 10-4-10
Evangelho: Lc 1,26-38

Diocese de Formosa-GO
Diocese de Formosa-GOhttp://diocesedeformosa.com.br/
Criada em 16 de outubro de 1979, é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica no Brasil, sufragânea da Arquidiocese de Brasília. Pertence à província eclesiástica de Brasília e ao Regional Centro-Oeste da CNBB.

Compartilhe

Últimas publicações

Mensagem de Páscoa – 2020

Amada Família Diocesana, Irmãos e irmãs de tantos lugares, Feliz e Santa Páscoa! A solidão silenciosa que se abateu sobre o mundo será vencida com o esplendor...

Domingo de Ramos e da Paixão do Senhor

“Santíssimo...apagou nossos pecados e sua ressurreição nos trouxe vida nova”. Com esta procissão de hoje iniciamos, em comunhão com toda a Igreja, a celebração da...

Alteração no clero da Diocese de Formosa

No último dia 31 de março o Rvmo. Srº Pe. Raifran Rego de Souza, até então Pároco da Paróquia São Sebastião em Vila Boa-Go,...

Evangelho NO HOJE (04/04/2020) – João 11,45-56

Sábado da 5ª Semana da Quaresma Evangelho – João 11,45-56 “Invoca-me, e te responderei” Os primeiros dias do mês de abril deste ano certamente serão inesquecíveis, não...

Mais visitadas

Últimos comentários

X