Neste último domingo (07/09), aconteceu no Centro Catequético Monsenhor Zezinho da Paróquia Sagrada Família, uma formação para os Ministros Extraordinários da Comunhão Eucarística, organizada pelo Padre Waldson, pelos coordenadores Hermes e Gisele e pelo seminarista Carlos Neves. A formação teve como objetivo formar, orientar para a Celebração da Palavra, para Exposição e Remoção do Santíssimo e Visita aos Enfermos. Tivemos a colaboração do casal Paulo e Ludymila com o canto de animação, que abrilhantaram nosso encontro, por meio de cantos de meditação e de louvores.
10599571_373860059445523_4427639069656911406_nO dia de encontro se iniciou com a acolhida e café da manhã. Logo em seguida para abrir o momento formativo realizamos um momento de Adoração ao Santíssimo Sacramento, pois como disse bem São João Paulo II, em sua Carta Encíclica Ecclesia de Eucharistia, “A Igreja vive da eucaristia”.
No segundo momento partilhamos sobre o modo correto de se fazer a Exposição do Santíssimo Sacramento, voltando o olhar para o Cân. 943 do Direito Canônico e discutindo sobre os erros que se acontecem e as maneiras de se evitar.
No terceiro momento mergulhamos na espiritualidade da Celebração da Palavra, o modo de como se celebrar bem a Palavra de Deus. E juntamente com essa reflexão, analisamos a Celebração da Palavra parte por parte.
O Padre Waldson conduziu o quarto momento abordando sobre a importância dos Ministros Extraordinários da Comunhão Eucarística, tratou sobre o zelo que se deve ter para com os serviços no ministério, tais como zelar pelos objetos litúrgicos, ajudar na organização da credência entre outros. Também tratou sobre o cuidado com as vestes durante o Ato Litúrgico bem como nos dia a dia. Tratou ainda de vários outros assuntos, dos quais vale destacar a ‘Piedade’ que deve ter o MECE. E encerrou agradecendo a todos pelo serviço prestado à Igreja, de modo especial pelo zelo para com Jesus Eucarístico.
Dando sequência nos dirigimos para o pátio, onde realizamos a dinâmica do “Guia do Cego”, para refletir um pouco sobre o serviço do MECE de ajudar o padre no resgate daqueles que estão dispersos e perdidos, conduzindo-os de volta para a Igreja. Retornando então à sala, encerramos o momento formativo refletindo sobre a importância de se visitar os enfermos, que é uma das principais manifestações da caridade cristã: “Estava doente e me visitaste…” (cf. Mt 25,31-46).
Após as formações os coordenadores Hermes e Gisele distribuíram as capelas aos MECEs para a realização das celebrações e outros avisos cabíveis para o momento. Logo após foi servido o almoço para se ter um momento de fraternidade partilha. Pela tarde retornaram às suas casas, voltando então para a Santa Missa das 19h na Matriz para encerrar o dia de formação elevando a Deus louvores e ação de Graças.