Sábado depois da Epifania do Senhor
Evangelho – João 3,22-30

A soberba se vence com a Humildade

“É necessário que ele cresça e eu diminua” (Jo 3,30) essa é a última frase que o evangelho deste sábado nos apresenta. Ela faz parte do discurso de João Batista ao receber a notícia que Nosso Senhor Jesus Cristo também estava realizando batizados e muitas pessoas estavam sendo atraídas por Ele. A postura humilde de João Batista reflete em um verdadeiro ensinamento a todos nós. Pois, ele não se deixou ser corroído pelo pecado capital da soberba, que engana o coração (cf. Jer. 49,16) e é fruto de divisões (Pro. 13,10).

Infelizmente a falta de humildade de muitos cristãos católicos tem dado espaço para que, em nossos ambientes eclesiais, a soberba prevaleça, gerando muitas discórdias, conflitos, disputas e rivalidades. Isso se dá porque a soberba ofusca a visão para apreciar o bem que pode realizar uma outra pessoa, criando no mais profundo do coração a pretensão em ser superior aos demais. Como consequência o soberbo não é capaz de ver suas próprias limitações, erros e defeitos.

Todos nós devemos lutar com toda veemência para não sermos levados pela soberba, pois “Deus resiste aos soberbos, mas dá sua graça aos humildes” (Tiago 4,6). Por mais que a humildade  seja um caminho árduo, devemos trilhar por nossos passos para essa direção. Até porque, “aquele que se exaltar será humilhado, e aquele que se humilhar será exaltado” (Mt 23,12).

Que Maria Santíssima, a humilde Serva do Senhor, possa interceder por todos nós, para que a humildade seja nosso distintivo e nosso compromisso em ser cristão, “outro Cristo”, manso e humilde de coração (cf. Mt 11,29).

Que assim seja!

Padre Fláunei Alves Pereira
Em estudos de Direito Canônico na Espanha