Quinta-feira da XXIII Semana do Tempo Comum
Evangelho – Lucas 6,27-38

“Sede misericordiosos como vosso Pai é misericordioso!”

Quando contemplamos a imagem do Sagrado Coração de Jesus, notamos que o coração está exposto. Não é por acaso. O coração nas sagradas escrituras é o lugar das decisões, onde a pessoa encontra-se com Deus e por Ele deixa-se conduzir. É fonte de reconciliação e misericórdia. Lugar evidente de uma humanidade e divindade que ama, por isso, esvazia-se, expõe-se e comunica amor.

Jesus, hoje no evangelho, convida-nos a vivencia da misericórdia a exemplo de Deus-Pai. O seu convite é radical: amar e rezar pelos inimigos! A inimizade é causa de muitos males. Força destruidora e fonte de divisão, por vezes, até de morte. Mas, se amamos ou fazemos o bem somente a quem pode nos retribuir, que recompensa teremos? A vivencia do evangelho é exigente e vai além das medidas humanas. É necessário ir além, dar passos, dialogar, acolher e servir, inclusive quem nos quer mal. Certamente, só poderemos viver isso à medida que acolhermos a misericórdia de Deus e estivermos em sintonia com Ele.  Assim, compreendemos o valor da oração, missa, adoração, confissão e caridade, pois nos coloca em sintonia com Deus e com o outro.

Jesus segue sendo nossa referência de amor aos perseguidores e inimigos. Ainda na cruz perdoa os que o faz mal. “Pai, perdoa-lhes, pois não sabem o que fazem!” O perdão, assim como o bem e o amor nestas circunstâncias é um dom de Deus, por isso, devemos pedir e acolher com abertura e disposição interior, uma vez que, isso implica, liberdade e escolha.

Amar o inimigo, rezar por ele, é uma escolha sabia e inteligente, pois temos a esperança que na vivencia do amor o mal cultivado no coração do outro seja desarmado, e sentindo-se amado, ame e venha a ser nosso amigo. A prática da fé gera novo dinamismo na vivencia das relações humanas. Jesus não nos pede apenas para desejar o bem, mas fazer o bem aos outros. Prossigamos abertos a esta ação transformadora do amor de Deus em nós, e não desistamos de promover o Bem e a Misericórdia!

Vida que segue!

Pe. Pedro Nogueira da Silva Filho
Pároco da Paróquia Nossa Senhora de Fátima
Água Fria de Goiás