imageOlha! Muito se pensou sobre isso e até mesmo na faculdade e na ciência sempre procuramos compreender essa pergunta.

Temos uma frase de Pasteur – que foi um grande pensador-, na qual ele afirma: “A pouca ciência afasta de Deus e a muita ciência aproxima de Deus”. E, é justamente isso, nós só vamos pensar que a fé e a razão vai se distanciar quando temos pouca fé, quando temos pouca razão, então um vai ficar contra o outro.

Agora quando temos uma base e a outra base, vamos saber que – pegando o exemplo da própria Igreja-, os pensadores e os doutores, são pessoas maravilhosas que pensaram coisas que até hoje estão valendo. Então, assim, a fé e a razão caminham juntas.

A Encíclica Fides et Ratio (Fé e Razão), do Papa João Paulo II, inicia com esta frese que é uma síntese do seu conteúdo central: “A fé e a razão constituem como que as duas asas pelas quais o espírito humano se eleva à contemplação da verdade”.

Em síntese, quando temos sempre a luz que é o próprio Senhor, não tem como negarmos a fé e a razão, pois são “duas asas”, como afirma a mencionada Encíclica.

(Esta foi uma das perguntas respondidas na Web TV Maria na Entrevista da Repórter Vitória Caetano com o Padre Joacir d’Abadia – Romaria do Muquém 2015).
Pe. Joacir d’Abadia, autor de vários livros.
[email protected]