EXPLICAÇÃO DA FOTO DA CAPA

O célebre estandarte da Madonna della Misericordia, hoje sob custódia da Capella Oddi di San Francesco al Prato, em Perúgia (Itália), foi encomendado ao artista Benedetto Bonfigli em 1464, por ocasião do surto de uma assustadora epidemia de peste. Esta pintura foi a primeira e a mais famosa de uma série de estandartes processionais que foram objetos de um fervoroso culto atribuído a eles, no intuito de proteção da cidade da peste e de outros flagelos e foi o protótipo de um grupo de obras que representariam esta eficaz forma iconográfica. Ao centro é retratada Nossa Senhora da Misericórdia com seu manto aberto, sobre o qual se recolhem os fieis em oração. No alto, numa dimensão notavelmente reduzida está o Cristo irado, no ato de lançar três flechas, ladeado do anjo da justiça que ataca e fere e do anjo da misericórdia que embainha sua espada, suspendendo o ataque. Assistindo e intercedendo pelos fiéis estão os Santos mais invocados na época: São Sebastião, São Bernardino de Sena, São Francisco de Assis, São Lourenço, e outros. As consagradas em seus mosteiros erguem súplicas Deus pelo povo e o Arcanjo Miguel fere o demônio da peste.

    1. Arca Santa e Imaculada
(esta oração foi rezada na Europa e também no Brasil até o séc. XIX, quando as pestes incuráveis assolavam os países)

Arca Santa e Imaculada,
tão Pura e Cheia de Graça,
sede a nossa Salvação,
neste perigo de desgraças.
Eis a Mãe de Deus Humanado,
que por nós expirou na Cruz.
Que pedireis, ó Senhora,
que Vos negue o Bom Jesus?
Advogada Celeste,
desta pobre humanidade,
Perdão, Senhora,
alcançai-nos, da Divina Majestade.
Dissipai a cruel peste,
Poderosa Intercessora,
como a cabeça esmagastes,
da serpente enganadora.
A natureza, Senhora,
ao Vosso Filho obedece
e o Vosso Filho que a rege,
não resiste à Vossa prece.
Amém!

    2. Oração a Nossa Senhora, estrela do Céu
(Oração de piedosa tradição popular. Esta oração tem sua versão em latim no Vetus Hymnarium Ecclesiasticum Hungariae – 1893, de József Karóly Dankó)

Estrela do Céu que a seu peito alimentou o Senhor, libertando os homens do pecado que começou já desde Adão e os primeiros homens. Digne-se agora a mesma Estrela dominar as forças do mal, que por suas disposições malignas costumam ferir o povo com doenças e miséria. Atendei-nos, Senhora, porque o vosso Filho que vos honra, nada vos nega. E Vós, Senhor Jesus, salvai-nos, atendendo os pedidos de vossa Mãe Virgem. Rogai por nós, Santa Mãe de Deus, para que sejamos dignos das promessas de Cristo. Oremos: Deus de misericórdia, Deus de piedade e amor, Deus de perdão, que sempre vos compadeceis da aflição de vosso povo, dissestes ao anjo castigador: “suspende tua mão.” Por amor daquela Estrela Gloriosa, Mãe puríssima de Jesus, nosso irmão, grande salvador e libertador do mundo inteiro, que nos livra de todo mal, concedei-nos o auxílio da vossa graça para sermos, com certeza, livres e misericordiosamente salvos de toda peste, miséria, morte repentina e de todo perigo de condenação eterna, por Jesus Cristo, Rei da Glória, que vive ressuscitado e reina por todo sempre. Amém.
Ó doce Mãe, terna Maria, dai-nos de Jesus doce companhia.

    3. Oração do Papa Francisco a Nossa Senhora do Divino Amor
(Oração recitada Pelo Papa Francisco à Padroeira de Roma, encomendando a cidade e o mundo à Santíssima Virgem, diante do momento de provação com a pandemia do coronavírus)

Ó Maria,
Tu sempre brilhas em nosso caminho como sinal de salvação e esperança. Nós nos entregamos a Ti, Saúde dos Enfermos, que na Cruz foste associada à dor de Jesus, mantendo firme a Tua fé.
Tu, Salvação do povo romano, sabes do que precisamos e temos a certeza de que garantirás, como em Caná da Galileia, que a alegria e a celebração possam retornar após este momento de provação.
Ajuda-nos, Mãe do Divino Amor, a nos conformarmos com a vontade do Pai e a fazer o que Jesus nos disser. Ele que tomou sobre si nossos sofrimentos e tomou sobre si nossas dores para nos levar, através da Cruz, à alegria da Ressurreição. Amém.
Sob a Tua proteção, buscamos refúgio, Santa Mãe de Deus.
“Não desprezes as nossas súplicas, nós que estamos na provação, e livra-nos de todo perigo, Virgem gloriosa e abençoada”. Amém.

    4. Ladainha de Todos os Santos em tempo de mortalidade e peste
(cf. Ritual Romano, p. 803 – tradução livre – adaptada)

Senhor, tende piedade de nós.
Cristo, tende piedade de nós.
Senhor, tende piedade de nós.
Deus Pai do Céu, tende piedade de nós.
Deus Filho, Redentor do mundo, tende piedade de nós.
Deus Espírito Santo, tende piedade de nós.
Santíssima Trindade, que sois um Deus, tende piedade de nós.
Santa Maria, rogai por nós.
Santa Mãe de Deus, rogai por nós.
Santa Virgem das virgens, rogai por nós.
São Miguel, rogai por nós. São Gabriel, rogai por nós.
São Rafael, rogai por nós.
Todos os santos Anjos e Arcanjos, rogai por nós.
Todas as Ordens dos Espíritos Bem-aventurados, rogai por nós.
São João Batista, rogai por nós.
São José, rogai por nós.
Todos os santos Patriarcas e Profetas, rogai por nós.
São Pedro, rogai por nós.
São Paulo, rogai por nós.
Santo André, rogai por nós.
São Tiago, rogai por nós.
São João, rogai por nós.
São Tomé, rogai por nós.
São Tiago, rogai por nós.
São Filipe, rogai por nós.
São Bartolomeu, rogai por nós.
São Mateus, rogai por nós.
São Simão, rogai por nós.
Santo Tadeu, rogai por nós.
São Matias, rogai por nós.
São Barnabé, rogai por nós.
São Lucas, rogai por nós.
São Marcos, rogai por nós.
Todos os Santos Apóstolos e Evangelistas, rogai por nós.
Todos os Santos Discípulos do Senhor, rogai por nós.
Todos os Santos Inocentes, rogai por nós.
Santo Estêvão, rogai por nós.
São Lourenço, rogai por nós.
São Vicente, rogai por nós.
São Fabiano e São Sebastião, rogai por nós.
São João e São Paulo, rogai por nós.
São Cosme e São Damião, rogai por nós.
São Gervásio e São Protásio, rogai por nós.
Todos os Santos Mártires, rogai por nós.
São Silvestre, rogai por nós.
São Gregório, rogai por nós.
Santo Ambrósio, rogai por nós.
Santo Agostinho, rogai por nós.
São Jerônimo, rogai por nós.
São Martinho, rogai por nós.
São Nicolau, rogai por nós.
Todos os Santos Pontífices e Confessores, rogai por nós.
Todos os Santos Doutores, rogai por nós.
Santo Antônio, rogai por nós.
São Bento, rogai por nós.
São Bernardo, rogai por nós.
São Domingos, rogai por nós.
São Francisco, rogai por nós.
Todos os Santos Sacerdotes e Levitas, rogai por nós.
Todos os Santos Monges e Eremitas, rogai por nós.
Santa Maria Madalena, rogai por nós.
Santa Ágata, rogai por nós.
Santa Lúcia, rogai por nós.
Santa Inês, rogai por nós.
Santa Cecília, rogai por nós.
Santa Catarina, rogai por nós.
Santo Anastásia, reze por nós.
Todas as Santas Virgens e Viúvas, rogai por nós.
Todos os Santos e Santas de Deus, intercedei por nós.
Sede-nos, propício, perdoai-nos, Senhor.
Sede-nos, propício, ouvi-nos, Senhor.
De todo o mal, livrai-nos, Senhor.
De todo pecado, livrai-nos, Senhor.
De vossa ira, livrai-nos, Senhor.
Da morte repentina e imprevista, livrai-nos, Senhor.
Das insídias do demônio, livrai-nos, Senhor.
Da ira, do ódio e de toda má vontade, livrai-nos, Senhor.
Do espírito de impureza, livrai-nos, Senhor.
Dos raios e tempestades, livrai-nos, Senhor.
Do flagelo do terremoto, livrai-nos, Senhor.
Da peste, da fome e da guerra, livrai-nos, Senhor.
Da morte eterna, livrai-nos, Senhor.
Pelo mistério da vossa santa Encarnação, livrai-nos, Senhor.
Pela vossa vinda, livrai-nos, Senhor.
Pelo vosso Nascimento, livrai-nos, Senhor.
Pelo vosso Batismo e santo Jejum, livrai-nos, Senhor.
Pela vossa Cruz e Paixão, livrai-nos, Senhor.
Pela vossa Morte e Sepultura, livrai-nos, Senhor.
Pela vossa santa Ressurreição, livrai-nos, Senhor.
Pela vossa admirável Ascensão, livrai-nos, Senhor.
Pela vinda do Espírito Santo Paráclito, livrai-nos, Senhor.
No dia do Juízo, livrai-nos, Senhor.
Ainda que pecadores, nós Vos rogamos, ouvi-nos.
Para que nos perdoeis, nós Vos rogamos, ouvi-nos.
Para que nos sejais favorável, nós Vos rogamos, ouvi-nos.
Para que vos digneis levar-nos à verdadeira penitência, nós Vos rogamos, ouvi-nos.
Para que vos digneis governar e guardar vossa Santa Igreja, nós Vos rogamos, ouvi-nos.
Para que vos digneis conservar na santa religião o Sumo Pontífice e todas as Ordens da hierarquia eclesiástica, nós Vos rogamos, ouvi-nos.
Para que vos digneis humilhar os inimigos da Santa Igreja, nós Vos rogamos, ouvi-nos.
Para que vos digneis conceder paz e unidade a todo o povo cristão, nós Vos rogamos, ouvi-nos.
Para que vos digneis chamar todos os que estão no erro à unidade da Igreja, e conduzir à luz do Evangelho todos os que se acham fora da fé, nós Vos rogamos, ouvi-nos.
Para que vos digneis confortar-nos e conservar-nos em vosso santo serviço, nós Vos rogamos, ouvi-nos.
Para que eleveis as nossas almas ao desejo das coisas celestiais, nós Vos rogamos, ouvi-nos.
Para que concedais os bens eternos a todos os nossos benfeitores, nós Vos rogamos, ouvi-nos.
Para que livreis da condenação eterna as nossas almas, as de nossos irmãos, parentes e benfeitores, nós Vos rogamos, ouvi-nos.
Para que vos digneis dar e conservar os frutos da terra, nós Vos rogamos, ouvi-nos.
Para que vos digneis conceder o descanso eterno a todos os fiéis defuntos, nós Vos rogamos, ouvi-nos.
Para que Vos digneis livrar-nos do flagelo da epidemia, nós Vos rogamos, ouvi-nos.

Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, perdoai-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, ouvi-nos, Senhor.
Cordeiro de Deus, que tirais os pecados do mundo, tende piedade de nós.

Cristo, ouvi-nos.
Cristo, atendei-nos.

Pai Nosso…

V. Senhor, não nos trateis segundo nossos pecados.
R. Nem nos retribuais segundo as nossas iniquidades.
V. Favorecei-nos, Deus, nossa salvação.
R. E livrai-nos pela glória do Vosso nome.
V. Senhor, não Vos recordeis das nossas culpas antigas.
R. Apressai-Vos em Vossa misericórdia, pois somos pequenos demais.
V. Rogai por nós, São Sebastião.
R. Para que sejamos dignos das promessas de Cristo.
V. Ouvi, Senhor, a minha oração.
R. E chegue até Vós o meu clamor.
V. O Senhor esteja convosco.
R. Ele está no meio de nós.

Oremos,
Atendei-nos, Deus, nossa salvação: e, pela intercessão da Bem Aventurada e gloriosa Mãe de Deus, Maria sempre Virgem, e do Bem Aventurado São Sebastião, Vosso mártir, e de todos os Santos, livrai o Vosso povo do terror da Vossa ira, e fazei-o tranquilo pela abundância da Vossa misericórdia.

Sede propício, Senhor, às nossas súplicas e curai as fraquezas das almas e dos corpos; para que, recebida a remissão, alegremo-nos sempre em Vosso louvor.

Dá-nos, Senhor, nós Vos pedimos, o efeito das preces piedosas, e afastai, benévolo, a doença e a mortalidade; para que os corações dos mortais reconheçam, e tais flagelos se afastem pela Vossa indignação, e cessem pela Vossa compaixão. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

    5. Oração a São Roque contra as epidemias
(Invocado na Europa durante a peste bubônica)

Senhor nosso Deus, Vós prometestes ao bem aventurado São Roque, pelo ministério de um Anjo, que todo aquele que o tivesse invocado não seria atacado do contágio da peste. Fazei, Senhor, que assim como nós comemoramos os seus prodígios, fiquemos também livres pelo seus merecimentos e rogativas de toda peste do corpo e da alma. Por Jesus Cristo Nosso Senhor.
Amém.
Pai Nosso, Ave Maria, Glória ao Pai.

    6. Oração a São Sebastião
(invocado contra fome, peste, guerra e todos os males contagiosos)

Eterno Deus e Senhor meu, que permitistes que os Santos vencessem reinos, cumprindo as obrigações da justiça e da virtude; que cerrassem as bocas dos leões e extinguissem a violência do fogo; que fossem cruelmente atormentados, não desejando defender a própria vida, a fim de adquirir outra melhor quando ressuscitassem; que sofressem injúrias, açoites e cárceres, e que fossem perseguidos e mortos a espadas ou a flechas; permiti-nos também que recorramos à intercessão do Glorioso São Sebastião, martirizado por persistir na Vossa Santa Fé, para que rogue a Vós, Deus misericordioso, que nos livreis da peste, fome e guerra, e nos encaminhe na prática das virtudes que forem mais do Vosso agrado, e com elas alcançarmos a glória eterna, e nela Vos louvarmos com o Mártir São Sebastião pelos séculos dos séculos. Amém.

V. Pela Santa Lei de Cristo tudo afrontastes na terra.
R. Rogai a Deus que nos livre da peste, fome e guerra.

    7. Oração a São Miguel Arcanjo
(conhecida como “pequeno exorcismo”, feita pelo Papa Leão XIII)

São Miguel Arcanjo, defendei-nos no combate, sede o nosso refúgio contra as maldades e ciladas do demônio. Ordene-lhe Deus, instantemente o pedimos, e vós, príncipe da milícia celeste, pela virtude divina, precipitai no inferno a satanás e aos outros espíritos malignos, que andam pelo mundo para perder as almas. Amém.

    8. Súplica ardente aos Santos Anjos

Deus Uno e Trino, Onipotente e Eterno! Antes de recorrermos aos vossos servos, os Santos Anjos, prostramo-nos na vossa presença e Vos adoramos: Pai, Filho e Espírito Santo.
Bendito e louvado sejais por toda a eternidade!

Deus Santo, Deus Forte, Deus Imortal: que todos os Anjos e homens, que por Vós foram criados, Vos adorem, Vos amem e permaneçam no vosso serviço!
E Vós, Maria, Rainha de todos os Anjos, aceitai benignamente as súplicas que dirigimos aos vossos servos; apresentai-as ao Altíssimo, Vós que sois a Medianeira de todas as graças e a onipotência suplicante, a fim de obtermos graça, salvação e auxílio.
Amém!

Poderosos Santos Anjos, que por Deus nos fostes concedidos para nossa proteção e auxílio, em nome da Santíssima Trindade, nós vos suplicamos:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome do Preciosíssimo Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pelo poderosíssimo nome de Jesus:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos por todas as chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos por todos os martírios de Nosso Senhor Jesus Cristo:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pela Palavra Santa de Deus:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pelo Coração de Nosso Senhor Jesus Cristo:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome do amor que Deus tem por nós pobres:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome da fidelidade de Deus por nós pobres:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome da misericórdia de Deus por nós pobres:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome de Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome de Maria, Rainha do Céu e da terra:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos em nome de Maria, vossa Rainha e Senhora:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pela vossa própria bem-aventurança:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pela vossa própria fidelidade:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos pela vossa luta na defesa do Reino de Deus:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nós vos suplicamos:
Protegei-nos com o vosso escudo!
Nós vos suplicamos:
Defendei-nos com a vossa espada!
Nós vos suplicamos:
Iluminai-nos com a vossa luz!
Nós vos suplicamos:
Salvai-nos sob o manto protetor de Maria!
Nós vos suplicamos:
Guardai-nos no Coração de Maria!
Nós vos suplicamos:
Confiai-nos às mãos de Maria!
Nós vos suplicamos:
Mostrai-nos o caminho que conduz à porta da vida: o coração aberto de Nosso Senhor!
Nós vos suplicamos:
Guiai-nos com segurança à casa do Pai Celestial!
Todos vós, nove coros dos Espíritos bem-aventurados:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Nossos companheiros especiais e enviados por Deus:
Vinde depressa, socorrei-nos!
Insistentemente vos suplicamos:
Vinde depressa, socorrei-nos!
O Sangue Preciosíssimo de Nosso Senhor e Rei foi derramado por nós pobres:
Insistentemente vos suplicamos: Vinde depressa, socorrei-nos!
O Coração de Nosso Senhor e Rei bate por amor de nós pobres:
Insistentemente vos suplicamos: vinde depressa, socorrei-nos!
O Coração Imaculado de Maria, Virgem puríssima e vossa Rainha, bate por amor de nós pobres:
Insistentemente vos suplicamos: vinde depressa, socorrei-nos!
São Miguel Arcanjo: Vós, Príncipe dos exércitos celestes, vencedor do dragão infernal, recebestes de Deus força e poder para aniquilar, pela humildade, a soberba do príncipe das trevas. Insistentemente vos suplicamos que nos alcanceis de Deus a verdadeira humildade de coração, uma fidelidade inabalável no cumprimento contínuo da vontade de Deus e uma grande fortaleza no sofrimento e na penúria. Ao comparecermos perante o tribunal de Deus socorrei-nos para que não desfaleçamos!
São Gabriel Arcanjo: Vós, Anjo da Encarnação, Mensageiro fiel de Deus, abri os nossos ouvidos para que possam captar até mais suaves sugestões e apelos da graça emanados do Coração amabilíssimo de Nosso Senhor. Nós vos suplicamos que fiqueis sempre junto de nós, para que compreendendo bem a Palavra de Deus e suas inspirações, saibamos obedecer-lhe, cumprindo docilmente aquilo que Deus quer de nós. Fazei que estejamos sempre disponíveis e vigilantes. Que o Senhor, quando vier, não nos encontre dormindo!
São Rafael Arcanjo: Vós que sois lança e bálsamo do amor divino, nós vos suplicamos, feri o nosso coração e depositai nele um amor ardente de Deus. Que a ferida não se apague nele, para que nos faça perseverar todos os dias no caminho do amor. Que tudo vençamos pelo amor! Anjos poderosos e nossos irmãos santos que servis diante do Trono de Deus, vinde em nosso auxílio.
Defendei-nos de nós próprios, da nossa covardia e tibieza, do nosso egoísmo e ambição, da nossa inveja e falta de confiança, da nossa avidez na busca da abundância, do bem-estar e da estima pública.
Desatai em nós as algemas do pecado e do apego às coisas terrenas. Tirai dos nossos olhos as vendas que nós mesmos lhes pusemos e que nos impedem de ver as necessidades do nosso próximo e a miséria do nosso ambiente, porque nos fechamos numa mórbida complacência de nós mesmos.
Cravai no nosso coração o aguilhão da santa ansiedade por Deus, para que não cessemos de procurá-Lo com ardor, contrição e amor.
Contemplai o Sangue do Senhor, derramado por nossa causa!
Contemplai as lágrimas da vossa Rainha, choradas por nossa causa!
Contemplai em nós a imagem de Deus, desfigurada por nossos pecados, que Ele por amor imprimiu em nossa alma!
Auxiliai-nos a reconhecer a Deus, a adorá-Lo, amá-Lo e servi-Lo!
Auxiliai-nos na luta contra o poder das trevas que, disfarçadamente, nos envolve e aflige.
Auxiliai-nos, para que nenhum de nós se perca, permitindo assim que um dia nos reunamos todos, jubilosamente na eterna Bem-aventurança.
Amém.

Reza-se de manhã a Súplica Ardente e durante o dia invocam-se muitas vezes os Santos Anjos:

São Miguel, assisti-nos com os vossos santos anjos.
Ajudai-nos e rogai por nós.
São Rafael, assisti-nos com os vossos santos anjos.
Ajudai-nos e rogai por nós.
São Gabriel, assisti-nos com os vossos santos anjos.
Ajudai-nos e rogai por nós.

    9. Couraça de São Patrício
(Escrita por São Patrício, Apóstolo da Irlanda, por volta do ano 433 para invocar a proteção divina)

Levanto-me, neste dia que amanhece,
Por uma grande força, a invocação da Trindade,
Pela fé na Tríade,
Pela afirmação da unidade Do Criador da criação.

Levanto-me, neste dia que amanhece,
Pela força do nascimento de Cristo e de seu batismo,
Pela força de sua crucificação e sepultamento,
Pela força de sua ressurreição e ascensão,
Pela força de sua descida para o julgamento dos mortos.

Levanto-me, neste dia que amanhece,
Pela força do amor dos Querubins,
Em obediência aos Anjos,
A serviço dos Arcanjos,
Pela esperança da ressurreição e do prêmio,
Pelas orações dos Patriarcas,
Pelas previsões dos Profetas,
Pela pregação dos Apóstolos Pela fé dos Confessores,
Pela inocência das Virgens santas,
Pelos atos dos Bem-aventurados.

Levanto-me, neste dia que amanhece,
Pela força do céu:
Luz do sol,
Clarão da lua,
Esplendor do fogo,
Pressa do relâmpago,
Presteza do vento,
Profundeza dos mares,
Firmeza da terra,
Solidez da rocha.

Levanto-me, neste dia que amanhece:
Que a força de Deus me dirija,
Que o poder de Deus me ampare,
Que sabedoria de Deus me guie,
Que o olhar de Deus me vigie,
Que o ouvido de Deus me ouça,
Que a palavra de Deus me faça eloquente,
Que a mão de Deus me guarde,
Que o caminho de Deus me esteja à frente,
Que o escudo de Deus me proteja,
Que o exército de Deus me defenda
Das armadilhas do demônio,
Das tentações do vício,
De todos os que me desejam mal,
Longe e perto de mim,
Agindo só ou em grupo.

Conclamo, hoje, tais forças a me protegerem contra o mal,
Contra qualquer força cruel que me ameace corpo e alma,
Contra a encantação de falsos profetas,
Contra as leis negras do paganismo,
Contra as leis falsas dos hereges,
Contra a arte da idolatria,
Contra feitiços de bruxas e magos,
Contra saberes que corrompem o corpo e a alma.

Cristo guarde-me hoje
Contra veneno, contra fogo,
Contra afogamento,
contra ferimento,
Para que eu possa receber e desfrutar a recompensa.

Cristo comigo,
Cristo à minha frente,
Cristo atrás de mim,
Cristo em mim,
Cristo embaixo de mim,
Cristo acima de mim,
Cristo à minha direita,
Cristo à minha esquerda,
Cristo ao me deitar,
Cristo ao me sentar,
Cristo ao me levantar,
Cristo no coração de todos a quem eu falar,

Cristo na boca de todos os que me falarem,
Cristo em todos os olhos que me virem,
Cristo em todos os ouvidos que me ouvirem.

Levanto-me, neste dia que amanhece,
Por uma grande força, pela invocação da Trindade,
Pela fé na Tríade,
Pela afirmação da Unidade,
Pelo Criador da Criação.
Amém.

    10. Oração milagrosa à Imaculada Conceição
(padroeira da Diocese de Formosa)

Santíssima Virgem, eu creio e confesso vossa santa e Imaculada Conceição, pura e sem mancha. Ó puríssima Virgem Maria, por vossa Conceição Imaculada e gloriosa prerrogativa de Mãe de Deus alcançai-me de vosso amado Filho a humildade, a caridade, a obediência a castidade, a santa pureza de coração, de corpo e de espírito a perseverança na prática do bem, uma santa vida e uma boa morte.
Amém.

    11. Oração pelo fim da Pandemia
(de Dom Bruno Forte, Arcebispo de Chieti-Vasto – Itália)

Senhor Jesus,
Salvador do mundo,
Esperança que não conhece a desilusão,
Tem piedade de nós e livra-nos do mal!
A Ti imploramos a vitória
Sobre o flagelo deste vírus que está a se alastrar,
A cura dos doentes,
A proteção dos que estão sãos,
O auxílio para quem presta cuidados de saúde.
Mostra-nos o Teu Rosto de Misericórdia e salva-nos com o Teu grande amor.
Tudo isto te pedimos por intercessão de Maria,
Tua e nossa Mãe, que fielmente nos acompanha!
Tu que vives e reinas pelos séculos do séculos.
Amém!

    12. Ato de Contrição
(pode ser rezado todos os dias para pedir o arrependimento dos pecados)

Senhor meu Jesus Cristo, Deus e homem verdadeiro, Criador e Redentor meu: por serdes Vós quem sois, sumamente bom e digno de ser amado sobre todas as coisas, e porque Vos amo e estimo, pesa-me, Senhor, de todo o meu coração, de Vos ter ofendido; pesa-me também de ter perdido o céu e merecido o inferno; e proponho firmemente, ajudado com o auxílio de Vossa divina graça, emendar-me e nunca mais Vos tornar a ofender. Espero alcançar o perdão de minhas culpas pela Vossa infinita misericórdia. Amém.

A COMUNHÃO ESPIRITUAL

    1. O que é a comunhão espiritual?

“Consiste no desejo de receber a Jesus Sacramentado e em dar-lhe um amoroso abraço, como se já o tivéssemos recebido” (Santo Afonso de Ligório). É a comunhão íntima com o Senhor, onde podemos receber as graças provenientes de Sua redenção em nossas almas. Para isso acontecer com mais fruto, é necessário um profundo desapego dos pecados e um sincero desejo de estar unido a Jesus.

    2. Por que comungar espiritualmente?

Pois, por motivos de força maior, podemos estar impossibilitados de participarmos fisicamente da Santa Missa. Isso não nos impede de recebermos o Senhor em nossos corações.

    3. Quando posso fazer a comunhão espiritual?

Em qualquer momento e várias vezes no dia, tal como os santos a faziam. Dependendo da situação, pode ser feita diante do Santíssimo Sacramento ou ao acompanhar a Santa Missa por algum meio de comunicação.

    4. Como fazer a comunhão espiritual?

Através de um diálogo íntimo e espontâneo com Nosso Senhor, em uma ocasião propícia para isso. Pode-se aproveitar um momento de oração e de silêncio, desejando profundamente receber Jesus Cristo e abrindo o coração a Ele. “Cada um pode meditar e realizar a comunhão espiritual do seu jeito, com suas próprias orações e necessidades, sem se limitar a uma oração específica. Para que seja bem feita, recomenda-se que se faça um ato de Fé na Eucaristia (creio Jesus, que estás presente na Eucaristia); um ato de amor (te amo sobre todas as coisas); um ato de desejo (desejo receber-te em minha alma); e o pedido de que Jesus venha espiritualmente a seu coração, permanece em ti e faça que nunca te abandone”1. Pode-se também fazer a seguinte oração de Santo Afonso de Ligório:

Oh Jesus meu, creio que estais presente no Santíssimo Sacramento, te amo sobre todas as coisas e desejo receber-Te em minha alma. Já que agora não posso fazê-lo sacramentalmente, venha ao menos espiritualmente a meu coração. Como se já tivesse recebido, te abraço e me uno todo a Ti, não permitais, Senhor, que volte jamais a abandonar-Te. Amém.

1 https://cleofas.com.br/a-comunhao-espiritual-2/

 

Diocese de Formosa
Comissão Diocesana de Liturgia

“A Imaculada nunca falha!”


Clique aqui e baixe o arquivo em PDF